segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Fotos de Batidas de Carros Antigos







Fotos a
ntigas de veículos acidentados no Rio de Janeiro.
Essas fotos estão rodando pelos e-mails, feito corrente, com o nome "Brazillian Crashes", mas sem a fonte. Certamente algum arquivo de trânsito.
O mais curioso é que todas as identificações dos carros estão corretas, algo raro!
Recebi esse arquivo diversas vezes, mas o primeiro a enviar foi o Rafael de Castilho.

Nas fotos acima, o Chrysler Windsor 1951 e Chevrolet 1952.
Abaixo, um raro Oldsmobille 88 conversível 1951.

O Rio de Janeiro era a capital federal e também a capital dos automóveis no Brasil. Curiosamente, tenho a impressão de que é a cidade em que menos sobreviveu carros, devido às limitações de espaço físico com alto valor do metro quadrado. Assim, o carro quando ficava velho, não ficava encostado na garagem, nem no sítio, nem na rua. Ficou velho: é ferro-velho. E assim muitas beldades mecânicas acabaram-se. Em São Paulo, Minas e no Sul os automóveis tiveram mais sorte de uma sobrevida.

Acima, Chevrolet 1952 e Packard 1940.
Abaixo, Studebaker 1946.

Acima, a silhueta de um Nash Airflyte 1951.

Abaixo, dois Chevrolet.

Dodge 1951.

Jardineira Ford F-5 1951.


Nas duas acima, Hudson Pacemaker 1951.

Abaixo, Frazer 1948.

Caminhão Chevrolet Gigante 1946.

Jeep Willys 1954.

Mércury 1947 que bateu na traseira do ônibus Aclo Camões 1946.

Ford 1949.

Abaixo, caminhão Internacional KB-5 1946.

Jardineira Mercedes-Benz LP312, o Mercedes "torpedinho".

Abaixo, Willys Overland Wagon 4x4, que daria origem à nossa Rural Willys em 1958.

Renault Juvaquatre 1948.

Abaixo, um maravilhoso Jaguar MK V 1950.

Mercury 1954.

Furgão Ford F-3 1949.

Packard 1947.

Abaixo, quase irreconhecível: Mercury 1951.

Austin?

Abaixo, um Nash Rambler 1952.


Quer mais? Acesse: Colorir Desenhos 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário